A ESCRITA DA ANTROPOLOGIA E O ENSAIO

Estudos que discutem relações entre a antropologia e literatura podem ser encontrados praticamente desde o surgimento das ciências sociais. Nas últimas décadas, temos a oportunidade de encontrar na base mesmo desses estudos, um questionamento que abala as fronteiras que supunha-se separar as formas narrativas características dos trabalhos antropológicos, de uma narrativa propriamente literária. Esse projeto pretende aprofundar as discussões sob antropologia e literatura a partir de reflexões sobre o ensaio enquanto gênero, objetivando uma discussão que possibilite identificar a especificidade da chamada produção ensaística brasileira.

Coordenação: Valter Sinder

Integrates: Aluysio Augusto de Athayde Neno (FGV); Ana Paula Moritz (Mestranda); Gabriel Calil Maia Tardelli (Mestrando); Jonas Soares Lana (Pós-Doutorando/PUC-Rio); Kauã de Vasconcelos Favilla da Silva (Graduando); Maria Cândida Vargas Frederico (Doutoranda); Rafael Barreto Pinto (Egresso-Mestrado).

Financiamento: CAPES (Bolsa PROSUP); CAPES (Bolsa PNPD); CNPq (PIBIC).